quarta-feira, 16 de junho de 2010

Finish Him! Top 10 - Fatalities do Mortal Kombat

Nos anos 90, para o jogador se tornar um expert em um dos jogos da franquia Mortal Kombat, era necessário uma coisa além de se zerar o game no nível mais difícil: conseguir dar todos os fatalities. Essas finalizações, que na maioria das vezes eram sangrentas e (nem sempre) brutais, foi uma das mais originais idéias que a equipe de desenvolvimento da série adicionou desde seu primeiro jogo lançado. Quando se jogava no modo 2 players, a diversão proporcionada era dobrada, pois era uma forma de você humilhar seu adversário.

Bifurcação, combustão, decapitação, devoração, empalação, explosão, remoção de membros e transformação eram alguns dos mais variados tipos de fatalities que um personagem podia dar. Alguns chegavam a dar medo em jogadores novatos e inexperientes, outros até nos faziam rir. Lembro que a primeira vez que joguei Mortal Kombat foi contra um amigo que já era viciado no jogo. Na ocasião eu já mais tinha visto o jogo, apenas tinha ouvido falar. E não é que ele me deu um fatality logo na minha primeira luta. Ver Shang Tsung se transformar em Kintaro e dar um soco que quebrava Baraka no meio e deixava suas tripas pra fora foram o bastante pra me deixar de boca aberta e sem palavras. Que constrangedor!

Com essas recordações vergonhosas é que eu criei o Top 10 com os meus fatalities preferidos entre os três primeiros jogos lançados, mais a versão Ultimate de MK3. Confira!

10 ° Lugar – Jade (Ultimate Mortal Kombat 3)



Vendo essa fatality eu fico me perguntando o que esse bastão tem que pode fazer esse tipo de coisa? Bastava nossa lutadora enfiá-lo no adversário e começar a chacoalhar para acontecer duas coisas. Primeiro a pele saía e deixava somente os músculos e esqueleto a mostra. Depois o que sobrava explodia e resultava em um monte de ossos espalhados pelo chão. Vai entender, né. Mas houve quem gostasse dessa finalização, e por isso ela não poderia deixar de estar presente no top.

9° Lugar - Kabal (Mortal Kombat 3)



Brutalidade misturada com comédia, o décimo lugar do top faz a gente sentir graça ao ver alguém morrer. Esse é o primeiro dos dois fatalities de Kabal em MK3, onde uma espécie de mangueira é enfiada no peito do adversário. Ela funciona como uma bomba de encher um pneu de bicicleta. Mas no caso vai encher é a cabeça do pobre coitado. Após estar bem cheia, ela sobe como um balão, e estoura quando já está bem no alto. Esse é um dos fatalities que certamente seria impossível de ser executado na vida real.

8° Lugar – Sindel (Mortal Kombat 3)



Além de sua principal arma em uma luta, Sindel ainda podia usar seus horríveis cabelos para humilhar qualquer adversário. Nesse fatality, o seu cabelo inexplicavelmente muda de tamanho e enrola todo o corpo do rival. Assim, ela o puxa como se estivesse puxando uma corda para rodar um peão. Por fim, enquanto gira em uma boa velocidade, o corpo vai se desfazendo até não sobrar um simples grão do que antes era um lutador.

7° Lugar – Sindel (Mortal Kombat 3)



O segundo fatality dessa feiticeira em Mortal Kombat 3 não poderia passar despercebido pelo Round Clear. Ele é bem simples, e nos mostra como Sindel seria uma bela de uma cantora de ópera. Tudo que ela faz é dar um grito o mais alto que podia, bem na orelha do infeliz que está para morrer. O resultado? Sua pele e musculosos se desmanchavam por causa da força do grito e só sobrava o esqueleto do pobre coitado pingando umas gotas de sangue.

6° Lugar – Kitana (Mortal Kombat 2)



A personagem mais gata da série não poderia deixar de ficar de fora a lista. Esse eu me lembrava desde os tempos em que a molecada aqui passava o tempo jogando MK2. E acredite se quiser, tudo o que ela fazia nesse fatality era dar um beijo no adversário. Mas não era um beijo comum, era o Kiss of Death. Ele enchia o corpo do lutador derrotado de ar até que explodisse. Na versão Ultimate Mortal Kombat 3, havia um fatality parecido, em que ao invés do corpo encher, ele esvaziava.

5° Lugar – Liu Kang (Mortal Kombat 2)



Depois de tanto repetir aquele fatality em que apenas dava alguns chutes no adversário, a Midway quis fazer algo mais original para Liu Kang. Então criou esse em que ele se transforma em um dragão e abocanha toda a parte superior do corpo do rival. Huuum, gostoso!

4° Lugar – Shang Tsung (Mortal Kombat 2)



Como ainda não era possível jogar utilizando Kintaro, a Midway criou um fatality em que um dos personagens se transformava no grande chefão. E esse personagem só podia ser Shang Tsung. Após essa transformação, apenas um soco bastava para que Kintaro dividisse o adversário ao meio. Isso é para vocês verem como o bicho era poderoso. Ainda bem que a Midway nunca o colocou como personagem jogável na era 16 bits.

3° Lugar – Smoke ( Mortal Kombat 3)



O fatality do personagem destravavel do terceiro jogo da série é a terceira do nosso pódio, além de uma das mais forçadas finalizações. O que ele fazia era jogar algumas bombas no chão que seriam o bastante para explodir não somente o adversário, não somente todo o cenário, não somente todo o Outworld, mas sim, o planeta inteiro. Eu disse que era forçado. Mas mesmo assim merece um lugar entre os melhores.

2° Lugar – Kabal (Mortal Kombat 3)



Quem sabe o que Kabal esconde por trás das máscaras vai entender essa. O segundo fatality do “coisa linda” de MK3 é um dos melhores por ser um dos mais engraçados. Eu até achei que ele não deveria ser um fatality, e sim, um friendship. Mas como a Midway não tinha a mesma opinião que eu, ele é a segunda posição do top10. Eu nem vou dizer como é, ver o vídeo abaixo já é o bastante.

1° Lugar – Scorpion (Ultimate Mortal Kombat 3)



E o nosso primeiro lugar do Top 10 Melhor Fatalities fica com ele, o nosso ninja infernal, Scorpion. E o que garante não é somente as imagens, pois aqui, os efeitos sonoros também ajudam nessa conquista. Tudo acontece após Scorpion enguer as mãos pros céus e pedir uma “ajudinha” a, nada mais nada menos, do que seus próprios clones. É aí que os efeitos sonoros entram em ação com aquela musiquinha meio assustadora. Depois, todos os presentes partem para cima do adversário e... Espere aí! Porque está tudo escuro!? Deu tilt? EU QUERO VER O FATALITY!

Não é preciso imagens, porque somente os efeitos sonoros já bastavam para a gente ter uma idéia do que estava acontecendo naquele cenário. Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaahhhh!

4 comentários:

  1. Sub-zero de mk1 é o melhor de todos.

    ResponderExcluir
  2. eu achava bem legal aquele da jade em que ela dá um uppercut e apara o infeliz comn o bastão.Ficava legal porque eram dois gritos.

    ResponderExcluir
  3. Alguem sabe um saite q da pra baixar o jogo mortal kombat 1 pra celular grates?

    ResponderExcluir
  4. O melhor até hoje é do Kung Lao em MK9

    ResponderExcluir